arrow&v

Liberalismo

Ludwig von Mises

Marx tem sido merecidamente acusado de haver escrito uma condenação ao capitalismo e de não ter nunca conseguido - nem os seus seguidores ― descrever o funcionamento de uma sociedade socialista. A atitude de Mises é diferente: tendo denunciado as falácias do socialismo, foi levado por sua honestidade a explicitar também o que seria uma sociedade liberal. Escreveu então Liberalismo. Esta obra, que nos fornece a base de uma ideologia liberal, apresenta a mais viva condenação ao colonialismo e a advertência do que poderia ocorrer ― e infelizmente ocorreu na Alemanha ― por força da crescente intervenção do estado na vida dos cidadãos.

Liberalismo

Assunto:

Ciências Sociais, História, Escola Austríaca, Economia, Ciência Política, Liberalismo

Dificuldade:

Intermediário

Teoria e história

Ludwig von Mises

Em linha com seus princípios, os editores trazem mais esta importante contribuição para a disseminação do liberalismo econômico e para um melhor entendimento sobre a relevância da iniciativa privada para desenvolvimento do nosso país. No mundo globalizado em que vivemos, princípios como a livre circulação de capitais internacionais, a simplificação de leis e regras econômicas e a redução de fazem a diferença. E este livro demonstra porque essas ações são lógicas e promovem a prosperidade.

Teoria e história

Assunto:

Economia, Ciências Sociais, Escola Austríaca

Dificuldade:

Avançado

Crítica ao intervencionismo: Estudo sobre a política econômica e a ideologia atuais

Ludwig von Mises

A obra apresenta de modo pioneiro a teoria misesiana do intervencionismo, entendido como um sistema econômico que procura ser uma via intermediária entre o capitalismo e o socialismo. Em Crítica ao Intervencionismo, ao longo de seis ensaios, Ludwig von Mises aponta as falhas inerentes à proposta de economia de mercado controlada, analisa os erros tanto do liberalismo social quanto do antimarxismo, por abdicarem da defesa intransigente da liberdade econômica, e discute os problemas do controle dos preços e da nacionalização do crédito.

Crítica ao intervencionismo: Estudo sobre a política econômica e a ideologia atuais

Assunto:

Escola Austríaca, Liberalismo, Economia

Dificuldade:

Inicial

Intervencionismo: uma análise econômica

Ludwig von Mises

Escrito entre os anos de 1940 e 1941, mas publicado apenas postumamente em 1998, Intervencionismo: Uma Análise Econômica é a melhor exposição de Ludwig von Mises acerca da temática. Neste breve tratado, o autor explica de modo sistemático os fundamentos do intervencionismo, um sistema hibrido, que, ao se propor como uma terceira via, busca conciliar a propriedade privada dos meios de produção com o planejamento governamental das atividades econômicas. Ao longo dos capítulos da obra são discutidos as diferentes formas de interferência estatal na economia e na sociedade, seja por intermédio de medidas restritivas, pelo controle de preços, pela inflação ou expansão de crédito, e pelo confisco ou subsídios, além de abordar o corporativismo, o sindicalismo e a economia de guerra, bem como as dramáticas consequências políticas, econômicas e sociais do intervencionismo.

Intervencionismo: uma análise econômica

Assunto:

Escola Austríaca, Economia, Liberalismo

Dificuldade:

Inicial

Tolos, Fraudes e Militantes

Roger Scruton

Em Tolos, fraudes e militantes, Roger Scruton investiga o que se tornou a esquerda hoje e como a ideologia evoluiu ao longo do século XX, fazendo uma dissecação política devastadora de suas estratégias e seus objetivos. O grupo identificado como Nova Esquerda ― composto de pensadores influentes como Jürgen Habermas, György Lukács e Jacques Derrida ― apresentou um deslocamento tático no território do seu exercício de poder, desviando o foco da preocupação com a representação da classe trabalhadora para a proteção de mulheres, LGBTs e imigrantes.

Tolos, Fraudes e Militantes

Assunto:

Ciências Sociais, Ciência Política

Dificuldade:

Avançado

A Mente Moralista: Por que pessoas boas são segregadas por política e religião

Jonathan Haidt

Difamado por direitistas, conservadores e reacionários, criticado por esquerdistas, liberais e progressistas, o livro 'A Mente Moralista' é o resultado de pesquisas científicas em psicologia moral a respeito da onda de polarização que tomou conta do mundo. A abordagem de Jonathan Haidt, embora localizada à geografia humana estadunidense, é um viés de análise da moralidade bem contemporâneo e que rompe em muitos momentos com o que o mundo acadêmico tem se debatido há séculos. Fazemos o que fazemos não por critérios metafísicos de certo e errado, mas por automatismos adquiridos evolucionariamente em paralelo com o desenvolvimento de tradições culturais – grupais – mais eficazes em durar mais tempo e produzir mais descendentes.

A Mente Moralista: Por que pessoas boas são segregadas por política e religião

Assunto:

Psicologia, Ciências Sociais

Dificuldade:

Intermediário

Podres de Mimados - As consequências do sentimentalismo tóxico

Theodore Dalrymple

Diferentemente de outras duas obras do autor, A vida na sarjeta e Nossa cultura... ou o que restou dela, que são coletâneas de artigos sobre temas diversos, Podres de mimados trata de um único tema: como o culto do sentimento "tem destruído nossa cap acidade de pensar e até a consciência de que é necessário pensar". Ou, em outras palavras, quais são as consequências sociais e políticas das ações de uma sociedade que se permite pautar predominantemente pelos sentimentos.

Podres de Mimados - As consequências do sentimentalismo tóxico

Assunto:

Ciências Sociais, Ciência Política

Dificuldade:

Inicial

Cântico

Ayn Rand

Cântico se passa num futuro em que impera uma ordem governamental totalitária de tipo fasci-comunista, mas que não tem um nome específico. O tema central da história é o conflito do indivíduo contra o coletivo, elemento onipresente na obra da autora e fundante da moralidade e da filosofia política de Rand, o objetivismo.

Cântico

Assunto:

Objetivismo, Romance

Dificuldade:

Inicial

A Nascente

Ayn Rand

Não é próprio da natureza do homem ― ou de qualquer ser vivo ― já começar por desistir, começar cuspindo na própria cara e amaldiçoando a existência; para isso é necessário que haja um processo de corrupção cuja rapidez difere de homem para homem [...] os homens buscam uma perspectiva nobre a respeito da natureza do homem e do potencial da vida. Há pouquíssimos marcos que sirvam de guia nessa jornada. A nascente ― uma confirmação do espírito da juventude, que proclama a glória do homem e mostra o que é possível realizar ― é um deles.

A Nascente

Assunto:

Objetivismo, Romance

Dificuldade:

Inicial

A revolução dos bichos: Um conto de fadas

George Orwell

Verdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século XX, A revolução dos bichos é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.

A revolução dos bichos: Um conto de fadas

Assunto:

Romance

Dificuldade:

Inicial

©2020 by podcast. Proudly created with Wix.com

Ouça em

Spotify_Logo.png
Sondcloud_Logo.png
Itunes_Logo.png
gp-logo.png
youtube-play-icone.png
Intervencionismo: uma análise econômica

Go to link